segunda-feira, agosto 23, 2010

JAMAIS QUEIRA ENTENDER O AMOR





No íntimo do meu ser,
Sinto que falta mais do que amor, paixão,
Sinto que falta sede de viver,
Sinto que faltam palavras de compaixão.


 

Hoje percebo como deixei me levar,
No profundo do teu olhar,
Vi as ondas se movimentarem,
Pensei até em acordar,
Mas o sonho permaneceu e nunca mais acordei.


 

Enfim, descobri o que você fez de mim,
Trancafiou-me em seu coração a sete chaves,
Dormi para sempre em seus braços,
Assim que percebi o mal cometido,   
Meu coração já havia se comprometido,
E ao fim de tudo, morremos um para o outro sem amor, valor ou qualquer sentido.


 

CAROLINA MARTINS VITALE

2 comentários:

♥Miđηight Fℓoώєя♥ .◦‹ჱ disse...

Inha!!! Muito lindo seu texto!
eu adorei e me identifiquei com ele. Vc escreve muito bem.
Obg pela visitinha lá no meu!
:3

Carol disse...

obrigada pelo elogio...adoro seu blog :)